11 de jan de 2010

Capítulo 2

Eu sou um monstro!


- O que eu fiz? - Disse desesperada.

Eu corri e corri. Já estava na metade do pátio. Continuei correndo, queria chegar na saída da escola o mais rápido possível. Cheguei numa porta de arame que dava pra rua, eu a empurrei e ela não abriu. Estava trancada!

- Droga! - Chorei, já estava chorando antes, mas nada comparado aquilo.

Sai correndo em direção a outra porta de arame que tinha no pátio, eu estava no meio do caminho quando o sinal tocou.

- Não! Todos vão sair! E... E se acontecer de novo? - Me escondi no parquinho das crianças.

As pessoas já estavam começando a sair da escola em direção do pátio. Fiquei em pânico! As crianças chegaram correndo e começaram a brincar. Entrei no escorregador no recreio das crianças de 5 anos! Quando achei uma pequena brecha para sair dali me deparo com um dos pestinhas.

- Oi! - Disse o garoto que vestia uma roupa da moda dos anos 70! - Pode me dar licença?

Eu me encolhi, o garoto me encarava como uma pessoa normal... Mas eu era um monstro!

- O que houve? - Falou o pequenino, estava ficando apegada ao garoto...

E eu tinha acabado de conhecer ele! Qual é o meu problema? Ah... Já sei... Sou um monstro... Esse é o meu problema...

- O que aconteceu moça? - Provavelmente ele nunca tinha lidado com uma garota desconhecida chorando. Dava pra ver na cara dele.
- Nada... - Eu falei tentando segurar o choro.
- Por que está chorando? - Ele se aproximou de mim, eu dei um passo para trás, era para a segurança dele! - Calma... Você não vai me machucar! - Agora eu me assustei, como ele sabia disso, como tinha tanta certeza?
- Como você sabe?
- Por que até agora nada aconteceu! Você não vai machucar ninguém até que aquilo que os seus olhos vêem mude - Disse num tom reconfortante.
- Obrigada! - Sai da passagem do escorregador e sai correndo dali.

Fui para dentro do prédio e andei por aqueles imensos corredores pensando no que o garoto tinha dito. O que ele sabia sobre mim que eu não sabia?

- Eu tenho que falar com ele de novo! - Disse decidida. Eu estava louca! Estou falando sozinha! Deve ser coisa de monstro... Não, isso é louco demais até pra um monstro! - Mas... E se... - A minha loucura de falar sozinha interrompida.

Ouvi um grito e fui correndo ver o que era. Cheguei no corredor da morte e vi uma garota sair correndo do banheiro, ela estava chorando e desesperada, e foi em direção a secretaria. Entrei em pânico. O que vai acontecer comigo? E agora?
Vou ser presa ou vou virar cobaia do governo por ser um monstro? Comecei a chorar de novo. Já estava com dor de cabeça de tanto chorar. Entrei no banheiro e me deparei com a garota morta no chão do banheiro. E agora?
Sai correndo dali, fui no meu armário peguei os meus livros e fui pra próxima aula antes que me notassem ali.



:::Fim do capítulo 2:::

2 comentários:

  1. Que legal LOL
    Ela é um monstro ^-^
    Queimem ela!
    XDD

    ResponderExcluir
  2. Tá ótimo vou esperar pelo terceiro capitulo!!!!!!!^-^

    ResponderExcluir